E, no fim, há vida!

Agarre-se às suas crenças
Ou as coloque à prova
Você quer que a vida seja abençoada
Você tem um coração

Para que para que isso seja verdade
Você sabe o que você deve fazer
Seu futuro só depende de você
E você já sabe o que quer
Já conhece o fim disso tudo


Não adianta fugir
E fingir que não somos deles escravos
Que amamos os que não foram
Que esperar o amanhã não é tão longo

Estão dentro da sua alma,
Remexeram no profundo dos seus sentimentos
Mesmo que você não permita que mostrem
A história pertence a quem venceu, sim

E a gente já sabe
Já pressente
Como tudo vai terminar

Agora você está de frente para o futuro
E, sabe, ainda existe um lugar ao Sol
Para quem não se sente por baixo
Para quem consegue enxergar a luz

Sabe, desistir, nunca precisará
Você nunca deixou de acreditar
E, saiba, o que se quer, receberá
É trabalhar e construir um novo pomar

Mas querendo com vontade
Mesmo quando o mundo que te bate
Você sabe, bem sabe
Onde tudo isso acabará

Leonardo Távora