Coisas da Vida: "Nada?"

Começa quando um nada,
De tão pequeno
Encontra outro nada,
Igualmente minúsculo
Do choque, surge uma semente
Que é, também, um nada

Nada? Mas qual!
É menino ou menina
É o sonho dos pais
É artista, atleta,
Ou Nobel de ciência
Pode ser tudo. Menos um nada

E logo, as duas células
Que viraram uma,
Já são milhões
E se multiplicam, e crescem
São trilhões, agora
E formam um só, de novo

Vê? Já respira
Vê como bate o coração pequeno
Te prepara, coração!
Sê bravo pro que está por vir
Abrem-se as cortinas. Pronto?
Dá-se a luz! Estreia pra vida!

Celso Garcia