As causas do seu amor

Por que ainda me ama
Se nem ao menos atenção
Eu lhe dou na medida em que
Mereces cada dia mais?

Não entendo as causas
Pelas quais ainda me tolera.
Ou entendo?
Difícil acreditar em mim.


Eu ainda te mereço linda?
Por que me espera? Por que
Sabe e não foge?
Conhece-me e insiste em mim.

O que te faz esperar?
Corra logo enquanto é tempo!
Já não sou mais o mesmo.
Nem sei quem sou.

Testa-me todas as noites.
Em todas elas não estou.
Busca-me, sempre, de volta.
Motivo? Não tens!

Veste-se de calma quando
Olha em meus olhos.
Mesmo sabendo ser a fúria
Que mereço no fundo.

Diga-me de uma vez!
Cuspa em minha cara
A verdade que tanto procuro
Por que não corre?

Não avisto a luz do túnel.
Onde está meu amor?
O que consegue ver e eu não?
Ajuda-me a sair?

Não sei se devo,
Mas peço que acredite mais.
Não te entendo,
No entanto quero.

Dê-me mais um pouco
Do seu calor tão bom.
Só não deixe de cobrar.
Não engula a seco.

Conto contigo em mais uma
Das tantas nossas jornadas.
Quero ser mais para mim
E, principalmente, para você.

Gustavo Dias