De dois

Uma canção onde você comece e eu termine.
Um texto pra você dar o nome e eu o tema.
Um cigarro pra você fumar e eu ficar olhando.
Um acorde novo pra você descobrir e eu cantar.

Um escrito seu pra eu interpretar.
Uma manhã de domingo pra eu chorar.
Suas músicas que ninguém conhece, 
minhas músicas velhas e clichês.
Uma vida pra eu limpar as suas lágrimas.
Uma história minha e sua, pra não terminar.

Andresa Alvez