Quatro

O quatro é o símbolo da lei da ordem. É o que realiza, a manifestação do lado racional, representado pelo quadrado. É um número da terra e representa estabilidade e fidelidade. Simboliza as quatro estações do ano, os elementos e as pontas dos compassos. Relaciona-se com trabalho organizado e dirigido para massas, a preocupação com detalhes, a energia para construir e concretizar. 
Se por um lado é a limitação e a dureza, por outro simboliza a segurança, a estabilidade, os esforços premiados. Está relacionado com o mundo material, com o senso prático, a autodisciplina. Para construir é preciso valer-se de sua força e poder. Desenvolve o senso prático, a autodisciplina. É a defesa das tradições.
Escrevendo estou, e conhecendo sempre vou. Ao pensar sobre o número quatro, muitas memórias boas me vêm à mente. É bom ficar assim divagando sobre tudo, e sobre o todo que move a vida de cada um de nós. Em minha sala de estudos, sigo colocando palavras em ordem, para tentar formar um texto que valha a pena.
Este número caracteriza pessoas fortes, com boa capacidade de argumentação, práticas, leais, justiceiras, minuciosas e organizadas. Conheço gente assim! Também são honestas, capazes e perseverantes. O quatro é altamente metódico e objetivo. Mas, espera... Quatro pode ser tanta coisa. Tudo perfeitamente construído. Tempo para que tenhamos algumas certezas nessa vida. O quatro, perfeccionista ao extremo, inclusive no amor, é o construtor do mundo e da vida. Imagine isso, a partir de um quatro se constrói, ou construiu, ou construirá, tudo que vemos. 
É tempo de construir. Mais caminhos. Mais pontes. Menos muralhas. Menos abismos. Mais entendimentos. Então, eu que escrevo e você que lê, vamos construir o que talvez ainda nos falte, e sejamos felizes. À cada nova pedra da construção, a gente fica mai forte, mais certo, mais protegido pelo que decidimos.
Sonho, desejo, coração, amor!
São quatro palavras. São quatro estágios. Quatro passos...
Façamos tudo aos poucos. Mas façamos. Ao tempo que seja preciso. O que para uns é demorado, para outros é para amanhã mesmo. Sejamos capazes de permitir. Saibamos amar. De todo os números, é esse quatro o nosso Construtor - que sente prazer em dar forma, em modelar, em materializar os seus projetos - que tem a função de criar e manter o mundo concreto, o mundo que chamamos de "Realidade".

Leonardo Távora