Passa o tempo

Passa o carro
Lento,
Passageiro passa
Lendo,
Passa o tempo
E o vento
Passa a chance,
Lamento
Passa da hora,
Do momento 

Disso logo acabar, desalento, prometo esquecer, tolo juramento, em vão.

Só esse amor
Não passa
Só essa dor
Não passa
Eis aqui o temor
Que me devassa
Quando dizem que tudo
Passa
A esperança, raquítica,
Fracassa
Meu riso amarelo
Mal disfarça
Tanto pesar.

Antes fosse, se talvez, essa desgraça passasse de vez, mas ao invés...

Como lança
Trespassa
Meu coração
Despedaça
Tal qual janela,
Vidraça
É injustiça,
Trapaça
Pois, já que se tudo
Passa
Por que não passa essa solidão?

Celso Garcia