Coisas Da Vida: "O fim"


Foi uma longa estrada
Essa que termina
Sabia de seu fim
(Não imaginava que tão cedo)
Embora ciente
Inevitável sentir medo

De tudo um pouco vi
Amei, odiei, sorri, chorei
Porém, se mais mil anos vivesse
Mais veria
Muito mais sofreria
E tantos mais amaria

És inesgotável, Vida!
Embora finita
Renova-se em ciclos
Sempre foi assim
Fui apenas passageiro
O mundo permanece até seu fim

O que há depois de ti, Morte?
A matéria se desfaz
Há algo que reste?
Silêncio! Que tudo escureça
Foi uma estrada longa, muito longa
Pena que passou tão depressa

Celso Garcia