Primeiros Amigos

Muitas vezes costumamos falar de amigos que a vida nos permite escolher. E são muitos os que passam por nossas vidas desta forma. Afinal, o homem é um animal que vive em agrupamentos chamados sociedade, e as amizades são o maior laço que os une nas tramas societárias, seja nos dias atuais, seja lá no começo, quando humanos começaram a viver uns com os outros. E como são importantes estes amigos em nossa vida, hein? Muitas vezes eles são nosso próprio alicerce. É... Sem dúvidas isso é verdade. São pessoas que sabemos que podemos contar nos mais diversos momentos de nossas vidas. Um filósofo disse certa vez que nas alegrias conhecemos as quantidade de amigos, e nas adversidades, a qualidade deles.
Mas existe um amigo, dentre todos estes que cultivamos durante nossa existência, que não nos foi dado escolher. São amigos com os quais criamos os primeiros laços na vida. São os mais verdadeiros, pois não precisam medir palavras para nos dizer verdades que, muitas vezes, insistimos em esconder de nós mesmos. Por isso mesmo, em diversos momentos, atritos imensuráveis acontecem. Por vezes, são bobagens, mas que, depois de um tempo de diálogo áspero pode virar uma ferida difícil de cicatrizar. E daí, toda uma relação bacana, de amizade, que construímos com a pessoa que mais nos conhece, pode ir por água abaixo, dando lugar a um carrossel de mágoas irremediáveis.
Sim, falo da figura do pai. Todos o temos. Pode ser que, por estes caminhos do viver, muitas vezes esqueçamos, ou nem saibamos quem eles são. Mas, ainda assim, todos nós temos um pai. Penso que, diferente das mães, conhecidas muitas vezes por um traço de ternura em sua personalidade, os pais são vistos pelos filhos como os guardiães da moral, do respeito e dos costumes, por mais antigo e retrógrado isso possa parecer. Mas nem por isso, são menos tenros que as mães. Só têm uma ótica diferente para o mundo e as pessoas que nele vivem. Pai é o primeiro herói de qualquer filho. É o ídolo... Como queremos ser quando crescer.
É sempre bom lembrar que homens e mulheres foram criados para assumir papéis em nossa sociedade, que muitas vezes eles nem querem. E, como não costumamos evoluir nesta seara, vivemos deste modo, implacáveis e sectários, jogando no bojo do que devemos afastar de nós pessoas que saiam deste padrão de comportamento. Pai é sério e mãe é carinhosa, e ponto. Só que, diversas vezes, até por sermos ensinados a viver assim, nem percebemos o carinho que nossos pais têm conosco. Coisa mais estranha essa de carinho de pai, não é?
Por mais que não pareça, pai também ama. Aliás, são os primeiros a nos amar, pois eles nos geraram. É como brincar de Deus, claro, em parceria com as mulheres. Posto isto, é bem difícil não amar, já que um filho é a própria criação do seu ser. Por mais firmes que tentem parecer, nossos pais são, antes de tudo, humanos, e, por mais que não aparentem, e alguns fazem questão de firmarem-se como durões, são seres cheios de sentimentos, e tem amor dentro de si, principalmente com seus filhos. Olhe direito... Veja mais profundamente... Ao seu lado pode estar não só um pai, mas talvez o melhor amigo que você tem na vida.

Feliz dia dos pais! Para todos, e para o meu, um herói que nunca desejou louros, nem qualquer tipo de premiação para ser só a melhor pessoa que o mundo ja conheceu!