O Atraso nosso de cada dia nos dai hoje, amém




É assim mesmo que começamos o dia, atrasados, seja levantando cedo, tarde ou nem dormindo. Para nossa heroína de hoje, já virou regra. 

Maria, aposentada a tempos, sempre anda atrasada, se o atraso pudesse virar marca registrada, com todo a certeza já estaria rica. Pois bem, em um belo dia, Maria decide colocar o seu celular para despertar antes de dormir, rezando quase que ajoelhada, e prometendo que levantaria no horário e chegaria no horário. 

O celular toca, toca, toca mais um pouco e desiste de tentar acordar Maria, o horário 10:30 da manhã. As 10:31, horário que já deveria estar no compromisso, Maria se levanta e como se ainda estivesse no horário, se arruma, toma o café, pois há o risco real de um possível desmaio na rua devido a fome, e sai de casa. Ainda não foi dito, mas o compromisso de Maria era apenas atravessar a rua e ir até a ginástica cuidar da postura. 

Devido ao atraso, a aula que deveria durar 50 minutos, durou 15 minutos, e segundo Maria, está mais do que suficiente, ademais citando a própria: “não sou artista e ninguém vai me ver mesmo”. 

Maria chega em casa, toma mais um pouco de café, prática muito comum ao pós treino de toda ginástica para a recuperação do músculo devido ao esforço, come mais do que deveria, emenda no almoço, dorme a tarde, devido a levantar cedo, levanta, toma mais café, assiste a tudo que passa na televisão e vai dormir. 

Ufa, depois de tanta atividade se recompensa com uma merecida partida de Candy Crush. Antes de dormir, promete que levantará cedo e não vai mais se atrasar. No caso de Maria, promessa feita é promessa não cumprida, pelo menos quando se trata de horário.

Marcus Campolina