Criticas de um adolescente:"Drácula: A História nunca contada"

Eu, pessoalmente, sou uma pessoa que gosta de sangue e muito terror em filmes, e detesto quando pegam o tema do gênero e transforma em um puro romance. Digo "tudo bem ter romance em um filme de terror, e até mesmo necessário para apimentar a trama", mas apenas isso, bem desvirtua na minha opinião o propósito inicial.
Felizmente não é o caso de "Drácula"! Diferente de todos os últimos filmes de vampiros, ele salvou a nossa geração!!!
Vamos lá. O filme começa com a historia de um rei/imperador/cara que manda em todo mundo/macho alfa/empalador/outras coisas. E vai contando toda sua história, desde romances a guerras, até se tornar o grande Drácula que conhecemos. O roteiro é simplesmente deslumbrante, com requintes de crueldade, e sem poupar o público de nada. Mas também não é usado a torto o recurso de crueldade, como fazem alguns filmes de terror.
Os efeitos de "Drácula" foram muito bem planejados, e cada um encaixou bem com as suas cenas. Abro exceções para alguns efeitos que ficaram meio desconexos, mas, no geral, estava muito bom. Não observei erros de continuação e acho que me prendi muito bem ao filme em sua trama.
As atuações estavam simplesmente maravilhosas, as expressões eram ótimas, passando muito bem as emoções, e as tramas internas de cada personagem. O diretor está de parabéns pela supervisão dos detalhes da cena e indicações aos atores, lógico, não tirando o mérito destes.
Minha recomendação? Corra ao cinema mais próximo da sua casa e vá já assistir essa obra-prima do terror internacional!

Victor Nunes

Ps: Adoradores de crepúsculo provavelmente verão esse texto como uma "Alfinetada". Bem, eu li todos os livros e vi todos os filmes desta franquia. E realmente eu não gosto. Sinto muito (risos).