Críticas de um adolescente:"De volta para o futuro"

Meus caros, a vida não e feita apenas de coisas novas. As antigas também são ótimas! O cinema segue essa lógica. Ou pelo menos é o que eu penso, afinal, a maioria dos meus filmes prediletos são bem antigos. Hoje eu irei "criticar" um clássico do cinema mundial, "De volta para o futuro". Um filme que tem seu título traduzido ao pé da letra da língua original, e que ficou ótimo. Não digo melhor pois "Back to the future" também fica muito bem!
Eu estou usando de filmes antigos desta vez apenas por amá-los, e serem de grande importância na minha vida. Não tem nenhuma ligação com o fato de não ter um minuto de descanso estas últimas semanas para poder ir ao cinema. Rs.
Bem, o filme é de mais ou menos 25 anos atrás. Ou seja, eu não tenho medo algum de dar "Spoilers" neste caso. Se você ainda não viu "De volta para o futuro" e tem mais de 15 anos, pare tudo e assista agora! Já avisados deste detalhe, podemos voltar ao roteiro original destes meus textos.
Começarei minha teia de elogios a este filme com um fio muito especial para mim: O roteiro de "De volta para o futuro" é simplesmente mágico!!! O filme tem como base a ideia de uma viagem no tempo, aonde o jovem Mcfly volta por acidente até a época de seus pais e passa por altas aventuras para garantir que o futuro siga como era e também para voltar para sua época. Ou seja, o filme, na falta de uma linha de um problema para resolver, tem dois!!! E cada problema afeta o outro criando uma teia aonde cada fato altera o outro. E isso gera um roteiro magnífico com cenas de comédia, suspense, reflexão entre outras.
O filme é da década de oitenta, ou seja, não era possível fazer tantos efeitos especiais como vemos hoje. Mas o incrível é que não é necessário! A trama segue perfeitamente bem sem isso, afinal, a máquina do tempo só é usada 2 vezes e de uma maneira que nem é perceptível a falta de efeitos. Ou seja, ele passa sem nada nesse critério o que é algo assombroso.
Quanto ao elenco, bem, não há o que dizer. O filme é simplesmente muito bem interpretado por todos os atores.
Confesso que escrever esse texto é simplesmente torturante, pois eu não consigo pensar em outra coisa para falar deste filme além de "E muito bom, assista, confie na minha palavra e você não se arrependerá".
Acho que este texto irá se prolongar nisto, então, resumirei o final. O filme é maravilhoso, porém antigo. Se você não viu, corra e veja, se já viu, aproveite e relembre os clássicos, e veja de novo.

Obrigado pela atenção e eu te vejo de novo semana que vem, e não em 20 anos, felizmente...

Victor Nunes