Vida e Caminho

Esse é o caminho
Sem medo eu sigo no trilho
Não vou desviar nos atalhos
E não vou disparar os gatilhos

Não rápido como os coelhos
Nem no andar tranquilo dos velhos
O equilíbrio norteia meu passo
No 'sem hora', nesse meu compasso
Fazer feliz a vida
Sem exigir contrapartida
Levanto com uma alegria incontida

Ao fim do dia, olho para a lua
Sem nuvens lá vem ela, nua
No céu sempre rainha, contínua
Não quero ser nenhum adivinho
Mas devemos prever descaminhos
Vivamos sem egos
Desvencilhemos desses apegos
Mesmo sem que tenhamos sossego

A terra é fecunda
Tem gente boa e gente imunda
Façamos transformações mais profundas
E a vida sorrirá no seu caminho

Leonardo Távora