Vulgo Amor

- E o que você quer? 
- Quero alguém que cuide de mim, e que me Ame em dias tristes. Alguém que saiba que vai ser preciso ficar na cama, que esteja disposto a andar devagar. Alguém que me faça lembrar os remédios que tenho que tomar e que sonde meus passos. 
Alguém que goste das minhas cicatrizes, principalmente a do joelho direito... E a da coxa, que são as que eu não suporto! 
Eu quero alguém que brigue comigo pelo modo que eu me alimento, que faça carinho nas minhas bochechas e que beije os meus dedos. No simples, é isso que eu quero. 
- Mas você já tem isso! 
- Tenho? Onde? 
- Você tem sim! Amigos... 
- Não, eu acho que você entendeu errado... Você ouviu a parte do “Me Ame em dias tristes?”. Eu não quero um amigo. Um amigo me velaria em dias tristes. Só um Amado conseguiria sentir Amor por mim mesmo nos meus piores dias. Um Amado não me velaria. Um Amado se uniria a minha tristeza. Como se ela fosse algo transmissível. Ele tentaria me fazer sorrir, porém, se eu não o fizesse, permaneceria ali, do meu lado, olhando meus olhos melancólicos sem dizer uma palavra. Eu quero um Amor.

Andresa Alvez