Inventando: "Feito pra lembrar de nós"

A cena a seguir retrata um belo fim de tarde de um casal que se conhece há muitos anos. Eles precisam colocar em pratos limpos a história de suas vidas. Mas, claro, não precisam brigar para falarem de si. O bom seria se ninguém discutisse o passado com brigas. Quero que você, leitor, se sinta livre para escolher os nomes. Por isso os deixei marcados apenas como Ele e Ela. Deixe a imaginação viajar. tomara que gostem. Ficou uma coisa muito singela, mas, ao meu ver, forte e instigante. 
Boa leitura!

CENA: ORLA DA PRAIA – EXTERNA – FIM DE TARDE 

UM CASAL DE VELHINHOS (Os dois têm a mesma estatura, mas ele é mais gordinho que ela, que, apesar da idade, está muito bem de aparência) vêm se aproximando de um banco à beira da praia. Eles estão conversando, mas não é possível ouvir o que dizem. A câmera os acompanha em movimento, e pára quando eles chegam ao banquinho e sentam-se. Os dois olham para o mar por algum tempo, calados. Ele estende a mão, e ela repousa a sua mão na dele, que a segura, dando-lhe um leve beijo. 

ELA 
Lembra quando viemos aqui da primeira vez? 

ELE 
Sim. Você me contou que pulava lá daquele ancoradouro. Você me fazia isso quando criança, mas quando viemos, foi de joelhos até a borda, com medo de cair. (Ele ri) 

ELA 
(rindo) 
Você deve se lembrar que eu disse que das mortes, a que me dava mais pavor era o afogamento. 

ELE 
Lembro sim. (imitando ela) "Puxar o ar e ele não vir deve ser horrível". 

Eles ficam em silêncio, mas ainda sorrindo e se olhando. A mão dela permanece entrelaçada à dele. Aos poucos os sorrisos do momento vão se acabando. O ar vai ficando mais sério. 

ELE 
Então... Realizou todos os seus sonhos, não é? 

ELA 
Acho que sim. Se não todos, os melhores. Ah, eu queria tanta coisa. 

ELE 
Ainda tem tempo. Você me disse que queria viver até os 101 anos. 

Ela olha para ele por um tempo, e o olhar dele é permanentemente doce para ela. 

ELA 
É, mas eu não chego lá. Minha vida sempre foi meio maluca. Fumei, não tinha hora pra dormir... (Pausa) Mas você não esquece de nada mesmo, né? 

ELE 
Principalmente quando o assunto é você. 

Ela sorri singelamente, e os dois voltam a olhar para frente, com as mãos juntas ainda. Então ela tira a sua mão da dele, e cruza os braços no colo. 

ELE 
O que foi? Falei alguma coisa errada? Já sei. Fiz mais uma das minhas bobagens.

Ele abaixa a cabeça, balançando negativamente. Ela permanece olhando para frente.

ELA 
Posso fazer uma pergunta curiosa? 

ELE 
Claro que pode. 

ELA 
Por que? 

ELE 
Por que o quê? 

ELA 
Por que você faz assim? Depois de todos estes anos, a mesma dedicação, o mesmo jeito. Eu já te dei todos os motivos do mundo pra me deixar. Eu já te pedi isso com palavras. Eu não entendo. 

ELE 
(olhando nos olhos dela, que tenta fugir dos dele)
Porque é mais forte que eu. Olha, eu uma vez perguntei a você qual o espaço que me daria na sua vida. E você me disse qual. E eu ocupei. Mas não se manda no coração. O meu amor por você vai existir mesmo depois lá dos seus 101 anos. E mesmo que, ainda depois de todos estes anos, você...

Ele para de falar, engasgado. Eles voltam a olhar para a frente. 

ELA 
Você não existe. E eu não mereço isso. 

ELE 
Existo sim, sô... Ó eu aqui. E não vem com essa de não merecer. Todas as vezes que você não mereceu te amei ainda mais. Só não tive a sorte de viver junto de ti. Mas, coisas da vida. É bobagem ficar lembrando isso. Até porque não volta mais. 

ELA 
Eu te fiz infeliz. Você não viveu tudo que merecia por me amar. Eu te pedi tanto para me deixar, e ser feliz.

ELE 
De maneira alguma. Por te amar eu tive força para realizar os meus sonhos. Se você fala de estar junto, é, talvez. Mas eu não me julgo infeliz, não. Sou um homem realizado. Fiz quase tudo o que eu queria da minha vida. 

Ele olha para ela, e vê uma lágrima correr de seus olhos. Ele leva a mão ao rosto dela e, com carinho, seca a lágrima. 

ELE 
Ei, não chora. Não tem motivo. 

ELA 
Me desculpa por não conseguir te dar uma chance? 

ELE 
Minha querida, nunca mais me peça desculpa. Não tem sentido. Lembra que você me falou uma vez que a vida é feita de escolhas. Você decidiu ficar com minha amizade. E eu escolhi te amar, mesmo com tudo isso. Não to nem um pouco arrependido. Talvez eu não tenha sido feito para ser amado mesmo. Não vou te culpar por isso. 

ELA 
Obrigada. Por tudo, por salvar minha vida todos estes anos, por atravessar o país só pra me ver, por ser meu amigo mais dedicado, por cuidar da minha carreira. 

ELE 
Obrigado por você existir, por brilhar todos os dias no céu da minha vida, por me dar força e coragem, mesmo que sem saber, para eu ir atrás dos meus sonhos. Obrigado por me fazer acreditar no meu talento, lá, quando ainda éramos bem jovens... 

Ela dá um beijo no rosto dele, que fecha os olhos, e quando os abre, olha para o chão.

ELA 
Te Amo. 

ELE 
(olhando novamente nos olhos dela)
Eu também te amo. Muito... E pra sempre.

Eles ficam se olhando, e a câmera vai se afastando, em velocidade crescente.