Fazendo poesias: "O Medo"

Não sei o que acontece
De repente tudo estremece
A voz quer desaparecer
A mente tenta não esquecer

To falando de um sentimento
Que me aperta fundo o peito
Que me coloca num estado de torpor
Algo que não consigo contrapor

Eu, que sempre quis fazer direito
Sei que todo mundo tem defeito
Que não existe um ser perfeito
E, sabe, eu sou meio sem jeito

Ainda assim eu tenho o medo
Acho que fico assustado
Algo que não sei bem falar
E que me impede de mais alto voar

Alguns chamam isso covardia
Eles nem sabem como isso irradia
Bem rápido me dá vontade de ir
De daquele lugar logo sair

Medo que me paralisa
E como em uma areia movediça
Hoje me impede de prosseguir
Medo que não quero mais nutrir

Mas isso eu vou vencer
O medo fazer desaparecer
E assim poder falar
Tudo aquilo que eu sempre quis contar