Assim vai

E assim vai vivendo.
Com medo e sem tempo.
Triste e correndo. 
Pensando na vida,
Que passa sem alegria.
Lutando contra a morte,
Que encobre cada parte.
Na escuridão da realidade,
Passa seus dias.
No brilho da noite,
Vive seus sonhos.
Semblante fechado, 
De dor tomado.
Mente sempre aberta,
Que borbulha ideia.
Por fora, seca,
Completa amargura.
No interior, o frescor
De um coração cheio de amor.
Sem sono, revira.
Na tranquilidade, revive.
Em cada momento, um pensamento.
Da dor ao amor, 
Um passo, um clique, um clamor.
Assim vai vivendo.
Nas viagens da alma,
Que ao corpo nem sempre retorna.
Ultrapassa distâncias e não mede o tempo,
Cria coragem e transforma,
Dona de si, segue seu rumo,
Caminho certo, felicidade sem fim.
Dentro de sua cabeça, 
Reina sem temor.
Dentro de sua cabeça,
Perfeita união.
Dentro de sua cabeça,
Sua imaginação.
Mente que muda
Leva longe, voa alto.
Mente que inspira,
Mostra cor e fantasia.
Mente que mente.
Assim vai vivendo.
Da realidade, nada.
Mas dentro da cabeça,
Uma mente cria,
Um mundo de sonho,
Um mundo perfeito,
Um mundo de mentira.
Assim vai vivendo.

Marina Messias