As eternas razões do amor

O amor é um lugar próprio para o descanso da alma
Está aí para o nosso conforto, quando aquece os corações
E quando o mundo se acinzenta e parece não ter vida
Um amor sempre nos dará um bom alento

O amor nos abre uma nova janela na existência
Nos permite sermos mais vivos, sim, bem vivos
E ainda que existam aqueles dias em que não nos entendemos
É o amor que nos renova a esperança de um novo amanhecer

Amar, há quem diga, é como as nuvens, ou mais forte que diamante
Há quem diga também que é uma forma de viver, de ser
Alguns dizem que é um "suportar", outros, um "sabor de liberdade"
Tem quem saiba tudo do amor, e, talvez, dele não saiba nada

Pessoas fazem o amor ser como uma grande tempestade
Pessoas fazem ser o aconchego bom de um dia com frio e chuva
Porque o amor é sentimento de quem vive, sonha e busca
De quem faz de momentos presentes lembranças benditas

Dizem que o amor é simples, mas dá medo como andar no escuro
E que a gente é que sempre gosta de, para dar sabor, complicar tudo
Mas, seja do jeito que for, e da maneira que cada um de nós souber
No amor é que existe aquela receita secreta sobre o melhor viver

O amor é como um oceano imenso, cheio de novidades inexploradas
Amar é nunca se cansar de surpreender e encantar pelos dias afora
É querer viver para sempre, para poder realizar todos os nossos sonhos
E fazer do hoje um novo passo rumo às eternas belezas que vêm amanhã

Leonardo Távora