Viagem Grátis

Contar uma história
Que não é de amor
Sem construir sentimentos
Eu sinto muito
Não é para mim

Histórias com muitas voltas
Numa vida de palavras
E com músicas tocando
Os sentimentos escritos
Os sonhos em um mundo
Onde nem sabemos para onde ir
Ou até mesmo como viver
Escrever é uma viagem grátis
A alma voa pelas histórias
Ainda que com personagens
Os frágeis e acorrentados
Com medo de não conseguirem liberdade
Viajo sempre, e livre
E leio as palavras que eu escolher
Porque elas são exclusivas
Para este vício que me mantém
Que eu nem quero me livrar
Na ilusão das histórias contadas
Ser honesto e ficar feliz
Sentir-se bem consigo mesmo
Sozinho ou apaixonado
É sentimento que sai do papel
E te invade profundamente a alma
Tentando entender nesta vida
Das pessoas e de mim
Não uma pretensão inigualável
Mas aquilo que cala fundo
Que ninguém nos tira
Que fica com a gente
O que nos acompanha pela vida
A cada nova viagem grátis

Leonardo Távora