Sobre sentir demais

Em todos os sumiços eu esperei, em todas as crises eu entendi, em todos "não vou" eu disse "tudo bem".
Eu sempre estive do outro lado, eu Amei em todos os dias, eu aguardei. Eu o guardei. Me escondia por entre páginas de livros, ouvia sua voz em todo canto, e qualquer toque parecia ser o seu.
Nos beijos eu imaginava como o seu era, nos sussurros de corpos tão pálidos eu cerrava meus lábios para não dizer o seu nome.
Eu tentei cuidar de ti, eu tentei te ouvir, eu me esforcei ao máximo. 
Eu dei o melhor de mim, mesmo que pra ti isso pareça migalhas.
Eu vejo lábios mais vermelhos que os meus, eu vejo fios que vão abaixo dos ombros enquanto os meus batem na nuca.
Eu tomei meus remédios e dormi, dormi. Queria dormir mais. Dormir até esquecer tudo, inclusive o Amor, dormir até...
Carrego minhas palavras de drama, mas queria nelas deixar clara a minha dor.
E te fazer entender que eu não criei meus castelos sozinha, que minhas histórias não surgiram da minha ilusão.
Eu queria dividir isso, carregar sozinha é peso demais pra mim.

Andresa Alvez