Pra lembrar do que não se esquece

Passando horas deitado na cama
As cenas se sucedem no teto
Quero saber onde você está
Fico contando os minutos do tempo
Não te vejo e, sei, você sente
Me diz por onde anda você

Mas nesse mar que nos separa
Mar de montanhas, de frívolas águas
De memórias que por mim passam
Posso perder as noites, em claro
Em pensamentos , seguidos, desejando
Assumo o risco de me perder
Para não perder mais

E daqui você se vai,
Deseja ganhar o mundo
Vai apesar de tudo
De você e eu
E assim seguiremos
Para transformar o mundo 
E mudar tudo
Eu e você

Passam horas, e por mim pensamentos
Sei nós podemos começar de novo
Se você acreditar
Uma luz sobre a gente
Uma mensagem interferente
É só me dizer, de verdade, quem você é

E a gente supera
Como já fizemos
Você vai superar isso
Vamos amar
E nas vielas da cidade eterna
Poderemos então caminhar
Assim, juntos
Você e eu

Leonardo Távora