Amor demais

Hoje você é toda autossuficiente
Hoje eu sou assim, tão carente
Você passa por mim e nem me vê
E eu morrendo de amor por você

Mando flores pra alegrar seu dia
Mas a elas você tem alergia
Me esforço pra cruzar seu caminho
E você pede socorro pra algum vizinho

Outro dia te segui até a banca de jornal
E você me xingou de anormal
Entendo que você ficou irritadiça
Mas não precisava ter chamado a polícia

Um dia sairei de trás destas grades
Correrei à presença de um padre
Pedirei que faça nosso casamento
Sonho com isso a todo momento

Pois água mole fura pedra dura
E sei que sua indiferença tem cura
Um dia você vai se cansar de ficar sozinha
E nesse dia você será minha

Celso Garcia