Motor de novos tempos

Era apenas passar mais um natal juntos. 
Eram apenas as mesmas musiquinhas de sempre. 
A mesma árvore com badulaques pendurados de outros anos. 
O sorriso amarelado pelo envelhecimento do tempo. 

Um novo natal. 
Alguns novos presentes. 
Muitos novos desejos de felicidade. 
Muitas novas emoções que alegram. 

Se dentro da gente fica alguma coisa diferente? 
Talvez até fique, mesmo que nos recônditos. 
Dentro do peito há um coração que bate. 
Dentro d’alma, uma sensação, uma emoção... 

Pois o Natal é um tempo de balanços. 
Um período que encerra um ciclo. 
Fim da velha esperança desgastada durante um ano. 
E chegada de uma nova, com novos planos e novos sentidos. 

Chega para todo mundo. 
Tempo novo, de ideias novas. 
Se sua vida até aqui foi desacerto, 
Esse é o momento certo para fazer diferente. 

Que o Natal seja o inicio de novos homens. 
E que esses novos não desejem tornarem-se velhos. 
Se é pra começar de novo, 
Vamos fazer com que dessa vez valha a pena. 

Amar a Deus sobre todas as coisas, 
E ao próximo como a si mesmo. 
Eis o motor de uma nova era. 

Feliz Natal!

Leonardo Távora