Coisas Da Vida: "Almas gêmeas"

Vivia só, o pobre José
Enfrentando o mundo
De mãos vazias
Sentia-se só, pobre José!
Quixote sem Dulcinéia
A enfrentar moinhos gigantes

Vivia só, a pobre Maria
Recolhendo do chão
Tantos sonhos despedaçados
Sentia-se só, pobre Maria!
Julieta sem Romeu
Bebendo sozinha o veneno da vida

Viviam sós, pobres José e Maria
Até se encontrarem
Havia tanto em comum
E tantas eram as diferenças
Que perceberam completar-se
Novos ventos sopraram

Já não eram mais os pobres José e Maria
Ela o fez superar os moinhos
Ele lhe remendou os sonhos partidos
Vendo-se mais fortes juntos
Decidiram assim permanecer
Encontraram imensa riqueza, José e Maria

Celso Garcia