Versões: "Esse Pequeno Grande Amor"

Mais uma vez a seção de versão de música volta ao italiano. Dessa vez, escolhi trazer para o português uma canção da década de 70, do Cláudio Baglioni, mas que conheci há pouco tempo, na voz do jovem Vittorio Sisto, que a interpretou muito bem em um programa de calouros muito interessante que existe na Itália, o "Ti lascio una canzone", do qual me tornei um espectador entusiástico. Como sempre digo, não é simples construir uma versão, pois, amais que traduzir, é preciso acertar os versos com a métrica da melodia, pra tudo ficar em harmonia. 
Ouçam a música no youtube. Tem tanto a versão do Cláudio Baglioni quanto a interpretação do Vittorio Sisto. Muito simples de achar.

Esse Pequeno Grande Amor
(Questo Piccolo Grande Amore)
Original: Cláudio Baglioni
Versão em português: Leonardo Távora


Aquela sua camisa fina
Era tanto ao ponto de eu imaginar tudo.
E esse seu ar de menina
Que eu não te disse nunca, mas me deixava louco.

E claras noites com estrelas,
Mar, os jogos, as falas,
E o medo e a vontade de ficar nús,
Beijo de lábios salgados,
O fogo, algumas risadas,
Amando sob o farol.
Te amo, verdade, te amo, eu juro.
Te amo, te amo, verdade.

E ela,
Ela me olhava com suspeita
Depois me sorria e me abraçava apertado.
E eu,
Eu que nunca entendi nada
E que agora não a tiro mais da minha mente
Que ela...

Era meu
Pequeno grande amor,
Só um pequeno grande amor, 
Nada mais que isso, nada mais.
Sinto tanta saudade
Do seu pequeno grande amor,
Agora que sei o que dizer,
Agora que sei o que fazer,
Agora que
Quero um pequeno grande amor.

Aquela caminhada estranha,
Até no meio de quem sabe o que, te reconheceria.
Me dizia: "isso é loucura"
Mas é que eu, nisso aí, nunca acreditei.

E nas corridas alegres
Buscando estrelas caídas,
E as mãos sempre ansiosas de coisas proibidas.
Canções desafinadas
Para o céu e pra ti
"quem vai primeiro ao muro..."
Não tenho certeza se eu te amo mesmo
Não tenho, não tenho certeza.

E ela,
De supetão nada falava
Mas se lia claramente no seu rosto que sofria.
E eu,
Eu não sei o quanto foi seu pranto.
E somente agora eu estou me dando conta
Que ela...

Era meu
Pequeno grande amor,
Só um pequeno grande amor,
Nada mais que isso, nada mais.
Sinto tanta saudade
Do seu pequeno grande amor,
Agora que sei o que dizer,
Agora que sei o que fazer,
Agora que
Quero um pequeno grande amor.