Do meu mundo

Perto de você eu me sinto um castelo de cartas. Me desmontas facilmente!
Teus olhos me desarmam das ironias da vida ou do pouco que tenho aqui para me defender. 
Formas sorrisos em mim, tanto os externos como aqueles internos, que não quero mostrar para o mundo, aqueles abafados, segregados.
Acho que é por isso que eu gosto tanto de você, pela sua capacidade de me fazer sorrir de forma tão fácil, simples.
Eu sinto verdade saindo dos teus olhos, braços e abraços, nas suas palavras.
Espero e peço que nos próximos longos dias, a palavra "nós" possa existir com mais frequencia.
Sempre te quis ao redor, acho que a hora para isso acontecer de verdade chegou.
Imagino que você deve ser algo extraído da mente de alguma garota que sonhava com príncipes e reis. 
És especial demais para ser desse mundo, para fazer parte desses sorrisos tão maquiados.
Obrigada por não existir, por ser conto de fadas.

Andresa Alvez