A vontade; À vontade

Hoje mesmo eu estava pensando em nós dois sabia?
Algumas vezes parei diante do meu guarda roupa, imaginando qual usar no dia em que fosse te ver...
A tua cidade passa pelas quatro estações em um dia só, o que tornava minha escolha cada vez mais difícil.
Eu iria te pedir para me levar para sair! Eu precisava ficar sozinha com você e, não entenda isso como um apelo sexual. Eu só queria um tempo com você, em qualquer canto da urbanização.
Eu queria um pouco da tua falta de sossego, porque no fundo, eu acho que é disso que eu preciso. Conhecer a tua casa e saber da tua vida. Andar pelos teus lugares.
E agora, eu não sei o que fazer com as músicas que a gente ainda não cantou, com os beijos que eu guardei pra ti.
Eu não sei o que fazer com o teu sorriso que ficou na minha memória e o som da tua voz que ainda me faz suspirar.
Não sei o que fazer com as unhas que eu fiz pra ti, e as minhas sobrancelhas bem feitas que eu estava pensando em te dar.
Eu queria saber o que fazer com passagens, pequenos planos e até mesmo presentes.
Me diz o que fazer. Me diz que eu posso ficar aí, e te abraçar como eu sempre quis.
Me fala assim: - Vem!
 
Andresa Alvez