Versos para um dia de sol e frio

Não bastam os dias de raiar do sol e nem o brilho de um luar
Porque há aqui uma vontade maior de viver, de ser mais
Mesmo que às vezes joelhos que tremam sei o que querer
E não paro na vida... Continuo, pois ela não vai me esperar
Quando essa vontade de viver em nós cresce, cresce e nos move...
Se não andarmos ficamos, estagnamos, cessamos, existimos sem viver

E quando me vem à noite
Eu me encontro comigo
O pensamento vagueia
Em busca dos meus porquês
A vida tem seus sabores
E sabe nos conquistar
Mas se a vida pode me afastar
Tenho o amor para me reunir

Nos dias em que entristeço, mesmo, sem querer comer
E a dor, ingrata dor, em mim cresce, engrandece e machuca
Chega ao coração e quer destruir, mostrando força em mim
Continuo no mesmo caminho, juntando o que está bom
E em um momento levanto e ergo a cabeça
Sem uma resposta, pois no fundo, nem resposta há

O sobe e desce da vida,
O sol que some nas nuvens
Engano o que me dói com sorriso
Acerto em cheio e sem pressa

Vem sentar aqui comigo
Brindemos palavras jogadas ao ar
São palavras de verdade
Que ainda não foram escritas

E o tempo, sim, passará...
A dor que não chegará
A vida que seguirá
Como eu quiser será!

Leonardo Távora