Relaxa! A vida te leva.

Acordei leve e, por isso, escrevi tranquilo. Leiam estes versos como um agradecimento pela felicidade que me é proporcionada a cada dia de poder estar aqui. Obrigado por permitirem que eu faça parte da vida de vocês, mas, principalmente, obrigado "Força Superior" por permitir que eu me relacione com pessoas tão iluminadas que me abrem os caminhos a cada passo. Sem vocês eu não seria nada.

Que me desculpem os mestres, mas usei trechos de boas músicas que me acompanharam no trajeto de casa ao trabalho hoje. Diversas que mostram o quão multipolar é a minha personalidade. Espero que gostem.


...

Nunca estive tão feliz!
A vida me fez perceber
Seu curso natural.
“É a vida, é bonita
E é bonita”.

“Vou deixar a vida me levar
Pra onde ela quiser”.
Demorei, mas percebi
Que o meu lugar
É sempre onde eu estiver.

Se a vida é louca? Não sei.
Sei que estou bem.
Vida linda, vida breve
“Já que eu não posso te levar
Quero que você me leve”.

Já disseram inúmeras vezes:
“É preciso saber viver
É preciso saber viver”...
As interpretações são várias
Aprendi a esperar acontecer.

Proatividade demais é burrice.
Ninguém altera a ordem natural.
Por isso, amigo,
“Dont worry be happy
Dont worry be happy”.

“Deixa a vida me levar (vida leva eu!)
Deixa a vida me levar (vida leva eu!)”.
No sossego, no miudinho,
É que a gente vive bem mais leve...
Bem mais.

O diálogo é importante
Por isso “as vezes eu falo com a vida
As vezes é ela quem diz”.
O importante é que encontrei
A paz que quero conservar para ser feliz.

Quero a tranquilidade da
“História, nossas histórias"
Quero mais "Dias de luta, dias de glória”
Pois somente assim...
Um dia a gente morre feliz.

No final, o produto deve
Permitir você dizer, abraçado
Com a mais pura felicidade, que
“Valeu a pena, ê ê
Valeu a pena, ê ê”.

Pra mim, valeu até aqui. Espero o por vir.

Gustavo Dias